sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

2011


Não quero fazer balanço deste ano prestes a findar.

Deixo-vos uma música, das melhores que ouvi este ano, e com a esperança ouvirei outra, igualmente boa, em 2012:




Este ano conheci uma Pessoa, entre muitas, que acabou por ocupar um grande espaço no meu coração e me ajudou a superar momentos difíceis, acho que nem ele sabe o quão importante foi.Tenho a certeza que no ano novo, eu e o Miguel, ainda havemos de refilar muito um com o outro.

De nada me serve contabilizar o tempo passado, apenas muda a data!

sábado, 24 de dezembro de 2011

Sometimes you have to get lost in order to find yourself





sexta-feira, 23 de dezembro de 2011



It's life's little hiccups that teach me how to Breathe




terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Poderia escrever algo sobre este fim-de-semana, mas vou optar por não o fazer.
Há momentos bons e inesperados que surgem. Há que saber aproveitá-los, sem pensar demasiado, mas já me conheço, sou ansiosa por natureza.



quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

7 graus à sombra

São dias cinzentos e frios como os de hoje que me fazem pensar na vida. Vários sentimentos invadem-me a alma, dou por mim a pensar em mil coisas ao mesmo tempo, "escolho viver com desconforto, ou opto antes por me sentir mais aconchegada???".

E a única conclusão a que cheguei foi, porque raio não consigo eu fazer as pazes com as collants??? É que hoje, deixei de sentir as minhas pernas em pleno Chiado!

Era só isto que queria partilhar com vocês. Mencionaria o facto de ter começado a fazer as minhas compras de Natal na véspera daquela que será a última oportunidade de salvar a Zona Euro, mas isso poderia adiar, ainda mais, a minha decisão de comprar as benditas das meias calças!



segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Quem não tem cão, caça com gato. Quem nem este animal tem, aprende a pescar!

Ensina-nos a vida que a necessidade é a Mãe de todas as invenções, e eu concordo totalmente com esta afirmação!






terça-feira, 8 de novembro de 2011

Devaneio completamente inútil

Parece-me que independentemente do estado de uma relação, na página do Facebook, o termo "é complicado" aplica-se sempre, e bem!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

This song's going to you ...



... The one who's so confused

The one who feels so used
You don't have to wait

For all this silly fate

The things you cannot make
And hey

What are you going to say?

What are you going to do?

When it's all said and done



terça-feira, 18 de outubro de 2011

No place to fall


Dizem que uma Pessoa entra na nossa vida por uma razão, uma estação ou uma vida inteira. Creio que isto seja verdade, ou senão sou eu que o faço como forma de justificar algumas relações na minha vida.

Até as experiências negativas com o tempo se tornam positivas, isto é se eu conseguisse aprender o raio da lição.

Brincadeiras à parte, recentemente tive um pequeno abanão na minha alma, diz-me um amigo que isto é positivo, porque demonstra que eu não estou morta por dentro, do que tenho sérias dúvidas. Mas assim sendo, resta o amargo e com isto é mais difícil de se lidar.

Sendo eu uma pessoa complicada, é óbvio que complico ainda mais.





Agora é ouvir umas músicas deprimentes, lamber as feridas e esperar que o tempo cure isto. Os tempos são de crise e não me vou adiantar muito em lamentações, estas serão as únicas linhas que irei escrever sobre o assunto. Qualquer dia até por isto me cobram.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011


Isto do timing não é lixado, é fodido mesmo.

É esta a minha conclusão depois de uma noitada e 4 horas de sono.





Isn't it rich?Are we a pair?Me here at last on the ground,You in mid-air.Send in the clowns.


Na vida perdemos quando falamos, mas também quando optamos por não o fazer. Aquele intervalo de silêncio pode ser preenchido de diversas formas imaginárias pelos intérpretes da conversa.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Uma música por dia


Não me farto de ouvir esta música.




Percam 5 minutos da vossa vida para a ouvir, garanto-vos que vale a pena! Se não gostarem, desculpem qualquer coisinha!

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

E assim começou uma amizade...

Sei que tenho andando um pouco afastada dos meus devaneios e dos alheios. Hoje em dia leio os meus blogues de estimação, mas por vezes deixo escapar algumas entradas.


Hoje li algo que me emocionou, sim essa é a palavra certa sem exagero nenhum da minha parte.
Escreveu o meu amigo Miguel no Pastelinho :

 "Encontrou-me na pior fase da minha vida. Sabe que eu sou mau rapaz, mas tolerável, pelo menos acho, se não não tinha razão para sair comigo por Lisboa. Espero que tenho ganho um bocadinho comigo o muito que eu ganho com ela."


Vai fazer um ano que nos conhecemos pessoalmente, e admito que ele também me apanhou numa das piores fases da minha vida. 
Verdade seja dita ajudou-me bastante a ultrapassar certas barreiras, e mais importante conseguiu que eu voltasse a ser igual ao que era antes. Também não faz milagres, contínuo refilona, impertinente e com mau feitio!
Mas é uma pessoa que já ganhou um lugar cativo no meu coração, por tudo o que tem aturado,ouvido, etc. Mete-me no lugar quando é preciso e manda-me a merda se for necessário. Não é isto uma amizade? Ganhei e não foi pouco, e espero facturar mais uns anos.







domingo, 25 de setembro de 2011

On Repeat

Depois encontramos aquelas músicas que expressam exactamente o que estamos a sentir! Depois largá-la é difícil. Se isto fosse um disco de vinyl já tinha gasto a faixa de tanto a ouvir.
É isto que me atrai na música. A capacidade que ela tem de reflectir estados de espírito, ajudar-nos a ultrapassar maus momentos ou então, fazer-nos sentir miseráveis, porque é exactamente isso que queremos...que a melancolia daquelas notas soltas nos invada a alma. Por falar nisso, vou ouvi-la mais uma vez.




Cry me a river

So I can float over to you

The bearer to deliver the news

I'm over the moon

And underfoot

All these elixirs would be moot


'Cause if we knew where we belong

There'd be no doubt where we're from

But as it stands, we don't have a clue

Especially me and probably you


quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Existem traços de personalidade que outros consideram caricatos, e eu acho-os ternurentos. E são estes que despertam o meu interesse pela Pessoa.
Depois, a parte mais difícil, é controlar os danos e tentar gerir a coisa.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Relativamente ao post anterior...

Ontem um dos Polícias, que continuava incrédulo com aquela situação toda, disse " A menina teve uma sorte", ao que eu respondi " Desculpe lá o meu português, mas isto é mais que sorte, é uma real caga".


Alguém me dizia que tinha de ir à bruxa, apenas disse que teria de agradecer à minha fada madrinha, porque ao fim ao cabo não tive muito azar, encontrei o meu carrinho. Apesar de remexido, não me parece ter desaparecido nada, apenas sinto a direcção mais frouxa.

Surreal

Onde começar, talvez pelo início! Estou de férias e hoje quando fui para ir jantar a Vila do Bispo, o meu carro não estava onde o tinha estacionado!
Tinham-me roubado o carro. Por acaso já tinha tentado imaginar como reagiria nesta situação, o que sentiria!
Depois de ter procurado em volta, comecei a caminhar em direcção à próxima estação de Polícia. Uns 150 metros à frente olhei para um carro, dentro de um parque de estacionamento,que parecia o meu, é uma vergonha mas não sei a matrícula de cor, e começo a correr disparada com a chave na mão para ver se ele abria. E lá estava ele, o meu ZS.

Aconselharam-me a reportar a situação, na mesma, aos agentes de autoridade. Por momentos pensei ter tido uma crise de sonambulismo. Se não fosse o facto de me terem deixado um presente na bagageira, um jericã novinho em folha, ia jurar estar maluca.

Os agentes ficaram pasmos a tentar compreender como é que alguém conseguiu levar o carro até aquele local, não sem antes olharem para mim de forma duvidosa.

E assim foi o meu começo de noite.........

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Com esta me deito





Bons sonhos e esses salamaleques todos!



Im driving in my car, I turn on the radioIm pulling you close, you just say noYou say you dont like it, but girl I know youre a liar`cause when we kiss, fire

Apenas isto


Sometimes life is like a peanut, to enjoy it you must break the shell. Está aqui uma outra frase que deveria ser um provérbio popular.

No outro dia, em conversa, dizia-me um amigo que estava a gostar de me ver sair da minha casca, de abandonar a minha zona de conforto.
Tudo isto é muito lindo, esta minha mania de criar metáforas para a vida. Mas como sabemos, na aventura, corremos sempre o risco de virar manteiga de amendoim.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Fuck me...



Finalmente percebi a táctica da PT, vencer pelo cansaço. Há uns dias, depois ter passado muitos minutos ao telefone com o apoio cliente da Empresa, a tentar perceber a minha factura, fui aconselhada a ir a uma loja para me tirarem as minhas dúvidas. 
Hoje, depois de estar um dia todo a aturar as pessoas no meu local de trabalho, passei mais de uma hora à espera para ser atendida, a ouvir as reclamações dos outros enquanto esperava, para me dizerem que teria de me dirigir a uma outra loja porque não tinham acesso aos dados em questão.


A minha resposta só podia ser. " Esqueça lá essa merda, eu pago isso". 

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Há dias assim

Comer um gelado no Chiado ao fim da tarde e depois fazer um passeio, a pé, até Sete Rios.
Isto é uma forma excelente de acabar o dia e conhecer um pouco mais desta cidade.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Posto de Escuta



A escolha de hoje recai numa banda que conheci ontem. Se vamos por etiquetas musicais poderemos afirmar tratar-se de música Shoe gaze, experimental, alternativa. Ou, como eu gosto de lhe chamar " if the stone roses were a post-rock band".






Mas todos sabemos que os títulos valem o que valem, é melhor deixar que a música fale por si.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Uma música por dia







É mais ou menos isto!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Dizem....

... que a minha cidade está a arder!



sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Um bom fim-de-semana

Gostaria de voltar aos meus tempos de infância. Digo isto não por me sentir velha, apenas porque tudo parecia mais fácil. As decisões eram tomadas instantaneamente, sem pensar duas vezes. Não éramos inconsequentes, mas sim inocentes.

Ultimamente tenho debatido muito com isto. Enquanto adultos analisamos tudo e tentamos ver todos os ângulos antes de tomarmos uma decisão, perdendo a espontaneidade. Nem tudo é um problema, nem sempre uma montanha pare um rato.

Por isso ide e fazei!



quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Sabem o que vos digo ...

.... vão ao cinema e aproveitem para ver este filme :



Para eu ter sobrevivido a mais de 2H30 de um filme francês é sinal que é bom. Já nem falo da banda sonora excelente que acompanha a película. Se alguém vos disser que tem semelhanças com os "Amigos de Alex", ignorem esse comentário, a única coisa em comum é a reunião de amigos em torno de uma tragédia, nada mais que isso.



segunda-feira, 25 de julho de 2011

Uma música por dia

Há algo de mágico neste Táxi Londrino. Se há algo de que tenho saudades, e faz-me sempre recordar a terra que me viu nascer, é andar num Black Cab. Este, então, tem uma música de fundo excelente, melhor que qualquer estação de rádio.


sábado, 23 de julho de 2011

Saturday Sun

"Think about stories with reason and rhyme

Circling through your brain

.And think about people in their season and time

Returning again and againAnd again

And againAnd Saturday's sun has turned to

Sunday's rain."


For some the day is no more



Morreu a Amy Winehouse e numa ilha na Noruega uma pessoa matou pelo menos 85 Pessoas. Neste mesmo País um atentado bombista tirou a vida a mais 7.




What a terrible waste of Lives.







quinta-feira, 21 de julho de 2011

Uma música por dia




Para começar o dia de forma serena!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Porque o mal é abrir uma fresta. A uma ténue esperança atrelam-se todas as inseguranças, a mais pequena expectativa que se cria é logo espezinhada ao nascer.
E é essa semente  que nos corroí a cabeça até todo o nosso optimismo estar estilhaçado!


Quem acordou bem disposta? Não devo ter sido eu, com certeza. Mas isto de dormir 4 horas por dia num   dia de trabalho, já não é para mim.

I'm too old for this shit and for expectations also.














Bem digo que sonhar faz mal à saúde, mas ninguém acredita.

terça-feira, 19 de julho de 2011

I

To Like or not to Like. Parece que nos tempos modernos, e em parte graças às redes sociais, estamos resumidos a esta Máxima. Torna-se parte do nosso dia-a-dia e pensando bem, a vida resume-se a isto mesmo, gostamos ou não. A questão mais importante, será que deveríamos perder uns minutinhos com aquilo que nos passa ao lado? Ainda continuo indecisa.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Porque ...

.... há dias e dias.




"One day I'm going to grow wings
A chemical reaction
Hysterical and useless"




"Move along, there's nothing left to see
Just a body, nothing left to see"








 Hoje é dia de Radiohead e sei exactamente o que isso significa.



domingo, 17 de julho de 2011

Sunday Music





Deixo-vos com um tema dos Windsor for the Derby, uma banda que descobri recentemente. São 8 minutos de pura felicidade. São eles que me vão acompanhar neste Domingo nublado.



All your hopes and dreams they rise and fall
Secretly
A cacophony

The life and brutality
They all turn on me
You hope to someday see
Patiently
So sadly obvious, you’d never guess
It could ever be
So hard to see

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Uma música por dia

Hoje a escolha recai, mais uma vez, nos Black Keys.




Não estranhem o meu silêncio: Mas quando não há nada para escrever, partilhar, nada a desabafar, as palavras ficam presas no teclado!
As dúvidas persistem!

domingo, 10 de julho de 2011

Novela por Novela, escrevo a minha



Se tivesse a mania da conspiração, não nego nem afirmo, acharia suspeito, ou melhor conveniente, a prisão do ex-Presidente do FMI, Strauss- Kahn, quando se começou a falar numa possível intervenção nos E.U.A.. Poderia também achar estranho, que após a libertação deste Senhor, e em parte graças à descida do rating de Portugal por parte das Agências, o euro cair em relação ao dólar. 


Eu poderia especular, mas deixo isso para os peritos. Eu, não percebo nada de Economia.


Posso afirmar que gostei da intervenção da Dra. Maria Manuela Silva ontem, no Expresso da Meia-Noite. 

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Ámen

Digo-vos que isto da "Igreja" enriqueceu os meus conhecimentos Musicais e também não prejudicou a minha vida social. Eu bem digo que qualquer dia teremos um aceno de cabeça secreto.

Entretanto vou de férias durante uns dias, darei notícias, ou não!  Levo na bagagem sugestões musicais e alguns livros.



domingo, 19 de junho de 2011

In memorandum

Conheço pouco de Bruce Springsteen, mas sei que a sua presença, e consequentemente a sua sonoridade, era diferente com os E Street Band. Havia algo mágico nesta parceria.

A X. é fã incondicional do Boss, isto levou a várias noites, reunidas à roda da aparelhagem, a ouvir as músicas dele.

Sempre que me lembro do Bruce, vem-me à cabeça, imediatamente, o saxofonista. Era poético ver aquele gigante, cuja presença ocupava o palco todo, tocar de uma forma energética, e ao mesmo tempo tão doce.

Hoje é dia de prestar homenagem a Clarence Clemons.



sábado, 18 de junho de 2011

Empty

Poderia escrever que este sítio está abandonado porque ando muito ocupada, mas não é verdade. Como se pode testemunhar pelas duas últimas entradas, a minha inspiração anda pela rua da amargura.

Felizmente tenho tido a companhia de boa música.


quarta-feira, 15 de junho de 2011

Como disse anteriormente, trabalhar num Centro de Saúde tem muita graça. Que diga a trancada que dei no joelho quando, com pressa e pouco jeito, entrei para o W.C. No meio de tanta risada, quase que me aliviei logo ali.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Discussões filosóficas

Tentar explicar a uma pessoa que passar um atestado para barcos de recreio, para o Senhor poder passear no seu barquinho ( palavra usada por ele), não é considerado uma urgência, mesmo que vá de férias dia 1 de Julho.

E assim corre o meu dia a dia. Quem disse que trabalhar num Centro de Saúde não tinha graça? Já me lembro, fui Eu!

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Sou perita em colocar-me em situações do género " Se eu tivesse um buraquinho enfiava-me lá dentro", a de hoje, à noite,não foi excepção.

Contudo, não foi tão traumatizante como outra, em que eu perguntei, após vir de férias, " Então novidades, quem nasceu, quem morreu?" e uma pessoa que conhecia respondeu : "O meu Pai".
Estive prestes a piorar a situação quando ia dizendo " Não gozes, fala lá a sério", mas ainda consegui conter as palavras à última da hora.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

É mais ou menos isto




I can't deny what I've become
I'm just emotionally undone

I can't deny I can with someone else
When I have tried to find the words
To describe this sense absurd
Try to resist my thoughts but I can't lie

All the muse in myself
My desire I can't hide
No reason and I thought

I can't divide they'll hide from me
I
don't know who I'm meant to be
I guess it's
just the person that I am
Often I've felt that I don't wade
Into the gift of my mistake
Again, again I'm wrong, and I confess

domingo, 29 de maio de 2011

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Uma música por dia




I need a crowd of people,
But I can't face them
Day to day,
I need a crowd of people,
But I can't face them
Day to day.
Though my problems
Are meaningless,
That don't make them
Go away.
I need a crowd of people,
But I can't face them
Day to day.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

A música de hoje é outra




Encontramo-nos na Aula Magna

segunda-feira, 23 de maio de 2011

A música de amanhã







Mal comprei o bilhete comecei a contar os dias para que Maio chegasse. Agora, penso que o tempo passa rápido e como gostaria de ter feito alguma coisa, e não falo de uma gesto grandioso ... apenas algo, simples, idiota, banal.



É incrível como esta música, apesar de já a ter ouvido milhentas vezes, ainda me consegue emocionar

D de Debate... perdão, desconversa


" Sócrates preferia não falar dos 6 anos de governo, Passos preferia não falar do seu programa, um perde quandp olhamos para o passado, outro perde quando olhamos para o futuro. [...] O Debate em que ninguém quis falar de si próprio é um excelente retrato destas eleições: mais do que tentarem convencerem os eleitores da utilidade do voto nos seus partidos, os dois tentaram mobilizar o voto contra o adversário. "

Daniel Oliveira no Expresso

É caso de se dizer que a desconversar é c'a genti se desentende. Do debate fiquei com a certeza que nenhum dos dois serve para Primeiro- Ministro de Portugal e continuo sem saber onde colocar a minha cruz.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Music is my ...



A música não me é indiferente, como se pode testemunhar por este blogue.
Ultimamente começo a achar que talvez levo esta paixão longe demais, mas não consigo evitar.

Será que sou a única, quando vou com os auscultadores enfiados nos ouvidos, que murmura a letra, abana suavemente o corpo quando sentada no metro, e inclusive as pernas quando parada à espera que o sinal de peões fique verde, ao som da música que estou a ouvir no momento?

A minha mãe, ainda hoje, apanha algumas vergonhas comigo em grandes superfícies, quando solto um ou outro refrão da música que estamos a ouvir. Lança-me um olhar reprovador e olha em volta a ver se os outros estão a ser testemunhas destes meus devaneios. Por vezes, quando a quero irritar mais um pouco, faço uma pequena dança ridícula, tentando reencarnar o Vincent Vega.

Mas lá está, é algo superior a mim. E, a julgar pela maneira que os outros olham para mim na rua, enquanto vou a pé para o trabalho, não existem muitas pessoas assim. Tenho medo que qualquer dia alguém pense que escapei do Sobral Cid ( para quem não sabe é o Júlio de Matos da zona de Coimbra).




Tendo em conta a Pirâmide de Maslow, onde o Ser Humano procura satisfazer as suas necessidades fisiológicas básicas primeiro, por forma a garantir a sua sobrevivência, eu encaixaria aqui a Música. Tão simples, como respirar.








" For we are all breathless without you "







Claro...

... que sempre fui do Sporting Clube de Braga, desde pequenina!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Insónia

O tempo aqueceu, e consequentemente a minha casa. Começou a época das noites mal dormidas e o despertar do meu extremo mau feitio!

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Ámen

Só porque hoje o tema da Igreja Universal foram os Insectos ( não se preocupem que, de repente, não comecei a venerar Deus Nosso Senhor. São coisas do Facebook), e acabo por encontrar músicas, que há muito não ouvia, perdidas aqui no meu PC.



terça-feira, 10 de maio de 2011

Sagres



A única desvantagem de regressar a Sagres, é as saudades que deixa quando regresso. 
Este vai ser o Ano em que, mais uma vez, não ganhamos o Festival Eurovisão da Canção. 




Quanto ao fenómeno dos Homens da Luta, passou-me um pouco ao lado. Sempre achei piada, isto de acordo com a minha opinião, de eles, que há uns anos acusavam o povo de ser complacente com os problemas da sociedade, preocupando-se apenas com bens materialistas, se tornarem símbolos para as pessoas que eles tanto criticavam.



E o povo, pá?
E o povo, pá?
Quero dinheiro para comprar um carro novo,pá 


Mas claro que isto tudo pode ser uma má interpretação da minha parte. E quanto a isso só posso dizer, Dá-lhe Falancio, pá!!!



segunda-feira, 9 de maio de 2011

Uma música por dia




A nova música dos Arctic Monkeys

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Dúvida Existencial

Assistir ao discurso do nosso Presidente da República ou ver a Teoria do Big Bang.







E, apesar de ambas as opções provocarem gargalhadas espontâneas, optei pela segunda! 


PS: Apenas ouvi a parte dos Portugueses terem de poupar mais e gastar menos, e ainda não consegui recuperar do choque. Afinal, o Senhor tem sentido de humor, quem diria?! Acontece-me o mesmo quando olho para o meu saldo bancário.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

3 out of 3




Mas ao menos tenho trabalho, por enquanto. Com a visita do FMI, não se sabe, ainda, o que vai acontecer.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Uma música por dia




I had a dream
I could fly from the highest tree.
I had a dream.


Mas acordo para a realidade de voos rasteiros

domingo, 1 de maio de 2011

" When you don't have anything to do, your thoughts get really, really far out - so far you can't follow them all the way to the End"
Haruki Murakami 

De volta à realidade

Praia do Tonel



babugem (ba-bu-gem)s. f.

Espuma formada pela agitação da água.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Uma música por dia







Esta música dos Sparklehorse, que conta com a colaboração dos Flaming Lips, foi das coisas mais bonitas que ouvi nos últimos dias.


well that's all well and good
that's just the way it should be
to understand and be understood
is to be free
[...]

but anyhow here we are all on this planet
taking everything for granted
but i think you've caught on to something
don't let go

go go go go you restless soul, you're going to find it
go go go go you restless soul, you're going to find it
oh, yes you did, you found it
oh, yes you did, you found it
oh, yes you did, you found it
Num Mundo Ideal, Lisboa seria a minha casa e Sagres o meu quintal.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Devaneios de uma hora de almoço




Foi este o meu cenário durante o almoço. Pena estar vestida à labrega, de calças de ganga e camisa de manga comprida, se soubesse tinha trazido o fato de banho.
Que bem que se está no Sul do País, ainda mais quando as Pessoas já regressaram a suas casas, após o fim-de-semana comprido.
Sempre gostei de andar ao contrário do sabor do vento dos outros.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Segunda-feira de Cravos

Acho que nunca consegui escrever tão bem, como num texto passado, o que este dia significa para mim. É reler, se quiserem.





Muitos Homens era presos
por causa da repressão 
Homens que tinham passado o horror da solidão

Homens que tinham jurado sob uma côdea de pão
ver o povo libertado do terror da opressão


A TODOS ESTES HOMENS  E MULHERES QUE NÃO SE CALARAM  DEIXO AQUI A MINHA HOMENAGEM.



25
DE
ABRIL

SEMPRE

sábado, 23 de abril de 2011

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Em modo Nacional



Devaneios de um fim de noite

Não conheço muitas músicas do Antony. Mas hoje, em noite de reunião com amigas, elas tocaram bem alto, enquanto me tentavam convencer que tinha de aprofundar os meus conhecimentos musicais deste artista.

Por isso, para as minhas irmãs de armas, deixo-vos esta, que me emocionou.





You are (all) my sister's
And I love you
May all of your dreams come true
We felt so differently then
So similar over the years
The way we laugh the way we experience pain
So many memories 

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Estado de Espírito





Amiga que vais para outro Continente, leva um pouco de mim e deixa-me um pouco de ti. Lembra-te que em Julho quero-te cá, para celebrares comigo mais um cabelo branco.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Uma música por dia




Why can't I be more conventional
People talk
People stare
So I try
But can't be
Cuz I can't see
My strange little world
Just go passing me by

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Uma música por dia






O House apaixonado é mais cínico e, consequentemente, do melhor que há! 

domingo, 17 de abril de 2011

E mais isto

Ontem, também foi engraçado encontrar Pessoas (a voz de uma dela é inconfundível, e de repente pensei que era Quinta-feira, virei a cabeça e vi logo que não), que apesar de não me conhecerem a uma eternidade, andam a tornar-se uma companhia habitual. Life is funny that way, isn't it?

Hoje isto parece o Twitter, acabo por partilhar aquilo em que estou a pensar. É a isto que chamam um "post de encher chouriços".

Não ando mesmo inspirada! E por falar nisso, porque é que não existe a palavra "desinspirada"? Tem uma certa lógica, não?

É só isto!

Jantar na Estrela da Bica,  Bicaense, Viking, Tokyo, Copenhaga.

Em poucas palavras, que hoje estou numa fase de poupança e nada inspirada, foi este o meu roteiro de ontem.

Mas o melhor de tudo, foi a companhia de amigas de longa data. Questiono-me sempre da paciência que têm para me aturar,  mas a verdade é que esta cumplicidade já dura desde os meus 12 anos. Contas feitas, já lá vão 25 anos, por isso devo estar a fazer alguma coisa certa!

As minhas amigas, todas mães de 2 lindas crianças, e digo-vos sem exagero, com a mesma energia de quando as conheci! Ainda conseguem emocionar-me enquanto escrevo este pequeno texto, porque por mais adjectivos que conheça, nenhum é suficientemente bom para as descrever.

São estas meninas que ocupam, juntamente com a minha Família, o meu coração.

Já há muito que não ouvia esta música. Foi ontem, um dos pontos alto da noite!



sexta-feira, 15 de abril de 2011

Uma música por dia






Estou viciada nesta música. 

terça-feira, 12 de abril de 2011

Post materialista e inútil





Pode ser que a minha nova aquisição abafe os pensamentos sobre a crise deste País.
Diz o roto ao nú !  Ou seja, numa versão moderna e actual, diz o Passos ao Sócrates!


Afinal houve uma reunião ao invés de um telefonema! É que a diferença é ABISMAL, não que isso contribua muito para a minha felicidade.

Mas uma mentira é sempre uma mentira, ou na mente dos políticos, another typical day at the office!


Tenho de parar de pensar nestas coisas, não me serve para nada!

Just what the doctor ordered





Música, e a expectativa de um dia de férias na 6ª-feira.



Sometimes it works
Sometimes it don't, you know
Some days it hurts
Some days it feels real good

Sometimes it hurts
Sometimes it don't, you know
Some days it works so good
I can't see my way home

Conta-me um conto

Vem aí o F.M.I e estreia a nova versão do Capuchinho Vermelho, coincidência? Talvez!

Uma coisa é certa, antes de a estória acabar, alguém vai acabar por ser comido!

Uma música por dia





L.I.F.E.G.O.E.S.O.N


So the story goes!

segunda-feira, 11 de abril de 2011






Este fim-de-semana morreu Sidney Lumet!

domingo, 10 de abril de 2011

Uma música por dia




Como é que uma música tão bela consegue retratar um acto tão atroz como a violação de uma Mulher. O mais incrível, e corajoso, é que Tori Amos canta sobre a sua experiência pessoal.

Devaneios automobilísticos

Acho que todos se recordam, mesmo os que são são da minha geração, do Verão Azul, a famosa séria espanhola que acariciou os ecrãs da Tv. portuguesa nos anos 80. 



Lembro-me, em particular, de um episódio em que o gangue decidiu contrariar os mais velhos, e responder a tudo a lo mejor, traduzido nas legendas para talvez. 

Foi nesta altura que eu e os meus primos, num momento de inspiração, decidimos fazer o mesmo, responder a tudo com um seco " talvez". Fomos completamente ignorados pelas autoridades parentais, e mais sortudos que os protagonistas da série. O Piranha ainda levou um tabefe por ser insolente com esta resposta. 




São estes pensamentos dispersos que me vem à cabeça enquanto estou a conduzir. Talvez o facto de estar a ouvir esta música na altura tenha despoletado esta memória.






Pausa para reflectir

De uma forma muito resumida...

.... eu sou o disparate em pessoa.

sábado, 9 de abril de 2011

O discurso da maioria dos Políticos é como a aparente firmeza das minhas mamas ......  pura ilusão!


Se foram afectados pelo drama do Cartão do Cidadão; continua a ser Cartão único para mim; não se esqueçam de verificar a nossa zona de voto AGORA, depois não chorem que não conseguiram votar porque Bla BLa BLA.

Se, por ventura, estiver um belo dia de Sol, votem antes de ir para a Praia, ou outro destino qualquer que escolham para levar com os raio solares na tromba.  As urnas não abrem depois de almoço, mas sim logo de manhã, não há desculpa para não exerceram o vosso direito ao voto.


E eu sabia que ia encontrar esta foto algures no ciber-espaço.






Indigestão II

Começo a ficar preocupada, quando alguém, próximo de mim, que sempre teve "alma esquerdista", afirma que o Passos até falou bem!

Estou a ver que temos de impor uma nova regra, não discutir política à mesa de Jantar! Uma altura saiu-me da boca " Mais rapidamente voto PCP do que no Passos Coelho!".  Conhecendo a pessoa como conheço, e sabendo da sua história pessoal com este partido, aquelas palavras não foram nada meigas!

Advinham-se tempos difíceis aqui na Taberna Familiar!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Dose Dupla

De todas as músicas que o Mp3 cuspiu durante a viagem, estas foram as que me acompanharam mais!




Please could you stay awhile to share my grief
For its such a lovely day
To have to always feel this way
And the time that I will suffer less
Is when I never have to wake

Wandering stars, for whom it is reserved
The blackness of darkness forever
Wandering stars, for whom it is reserved
The blackness of darkness forever






No more talk about the old days
It's time for something great

I want you to get out
And make it work

So many lies
So many lies

Diz o Livro que os Homens são de Marte e as Mulheres de Vénus! Começo a suspeitar que eu sou de Júpiter!

Uma música por dia

Devaneios Nocturnos

A verdade é que na vida temos dias melhores e outros piores, o resto é pura conversa!


Today I was on the outside looking in, simple as that!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Qualquer dia... qualquer dia...




Para não dar em maluca, ao pensar no futuro deste País e, inevitavelmente, no meu, nada melhor que um pouco de comédia. 



"The British Government has, apparantly, been bought by Honda", a imaginação de Fry & Laurie.... or is it?

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Indigestão!

Ao ligar a Tv, durante o jantar, e ler em rodapé que Portugal se prepara para recorrer à ajuda externa para combater a crise financeira, só me vem à cabeça a frase " much ado about nothing".

Traduz mais ou menos em " tanto barulho por nada". Falou-se, fizeram-se correr rios de tinta, bateram-se letras soltas num teclado, e afinal vem aí o FMI.

Estou preocupada? Claro que sim! Neste momento não tenho nenhum vínculo com o meu empregador. A única prova, é o salário que me entra na conta ao fim do mês.

Diz o comentador que "Isto para os bancos é bom, sabem com o que podem contar!". Será que querem elucidar o resto do País sobre com o que NÓS podemos contar, não é isso o mais importante?

E claro que a culpa vai morrer solteira, ou melhor vai ser do outro. Perguntam vocês quem é o outro, com razão? Aquele que mais convir, claro!

Mas lá está, eu não percebo nada disto!

Pensamento do dia



Os horóscopos são como as religiões, soluções penso rápido!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Posto de Escuta

Os One AM Radio já existem há alguns anos, mas eu só os descobri hoje. Estou a gostar da sonoridade da banda.






I’m never sleeping, I’m too busy keeping 
track of all the ways they say I might die: a
turbulent airplane, the shuddering L train, 
a sudden flood of brake lights on I-5. 
My heart rate gets nervous, your phone is out of service. 
I’m sweating all the things I could have done while I 
stand on the corner, eyeing all the foreigners, 
like I straight up forgot where I come from.




Na minha leiga opinião diria que soam aos Belle & Sebastian, mas com uma componente mais electrónica.

Rádio Nostalgia!

Preliminares de uma noite de Terça-feira









"I was always tempted by the idea

of being someone else,
 as well as myself."
Este filme de Almodóvar, apesar de não ter desgostado, não me conseguiu encantar. Não sei se foi intencional, mas achei as interpretações algo exageradas. 
Mas uma música de Cat Power consegue sempre enfeitiçar qualquer filme.
All through the night, until the light of day, and we are doomed to play.
For the werewolf, for the werewolf, has sympathy
For the werewolf, somebody like you and me.