sexta-feira, 18 de março de 2011

Devaneios de uma noite de Sexta

No outro dia a J. disse-me que eu era a amiga dela que mais palavrões dizia, mas também a mais educada. Talvez por ter dito um chorrilho de asneiras e logo a seguir ter-lhe pedido licença para colocar a mala aos pés dela quando entrava para o carro.
Boa educação acima de tudo, não?

Porque é que escrevi isto? Porque me ri ao recordar as palavras dela e a cena foi engraçada. Ou pode ser que seja falta de inspiração...

Sem comentários: