terça-feira, 28 de outubro de 2008

The unbearable lightness of Feeling

Um conselho à pessoa que aqui chegou através do Google brasil com seguinte pesquisa "Música não consigo compreender", lamento que esta não se compreende.... Sente-se ( e não, não é do verbo sentar mas sim de Sentir).




The Veils - Leavers Dance

domingo, 26 de outubro de 2008

Crónicas do Lar - II

Vou trabalhar, mas levo provisões!!!!



Muffins de Maçã e canela



E já agora deixo uma fotografia do meu almoço



Um caril de vaca ( os Hindus que me perdoem o sacrilégio) com arroz basmatti e a uma coisa verde, para a refeição ser mais saudável!!!



É oficial..... este blogue é, decididamente, desinteressante, não resisti a colocar o famoso post de culinária só porque não tenho nada de estimulante para partilhar com vocês!!!!

About last night

Irrito-me sempre que passam numa discoteca o "Here comes your Man" e as pessoas ficam histéricas.

Adoro Pixies, mas sempre achei essa música um pouco irritante, talvez por ser a única que os D.J.'s incompetentes conhecem e passam até à exaustão. E as Pessoas ficam maravilhadas e assassinam o refrão enquanto pulam alegres no meio da pista, desconhecendo por completo quem é a banda que está a tocar e que esta têm outras músicas, muito melhores, para além dessa.

Então se de seguida passar o "Sunday, bloody Sunday" dos U2 ou o "Should I stay or should I go" dos Clash é remédio santo para me estragar a noite.

Mas isto sou eu que tenho um feitio de merda, estou sempre a refilar, dizem os meus amigos, talvez seja a minha costela de esquerda*, só pode.





* Não confundir com o P.C.P. se faz favor, apesar de achar que a "Internacional" talvez seja a música mais interessante que mencionei até agora, neste post!!!!!


E sabem o que vos digo:

Estaba pensando, sobreviviendo con mi sister en New Jersey,
Ella me dijo que es una vida buena alla,
Bien rica, bien chevere, Y voy! Puneta!
Pixies - Vamos





Pulp - Disco 2000

sábado, 25 de outubro de 2008

Crónicas do Lar


Ando destemida desde que comprei um berbequim.
Depois de uma sexta feira de compras no Ikea, hoje não descansei enquanto não montei o raio da prateleira....digam lá que não ficou bonito!!
Ainda bem que não se notam os primeiros furos que fiz. Depois de errar nos cálculos, mesmo usando um nivelador, fui direitinha ao Jumbo comprar uma massa para encher os buracos!!!
Estou a ficar uma "Handy-Woman" exemplar, vamos ver quanto tempo dura.

Serviço Público: Não se esqueçam que amanhã muda a hora, quando forem 2 da manhã é só atrasar o relógio uma hora.

A minha segunda-feira começa mais cedo, amanhã vou trabalhar a ver se ganho uns tostões para colocar mais prateleiras.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Crónicas da vida urbana


The Clash - Guns of Brixton



When they kick out your front door
How you gonna come?
With your hands on your head
Or on the trigger of your gun



Acho que o mesmo se pode aplicar aos relacionamentos, sejam eles de que tipo for.
Será que devemos entrar protegidos, com as armas prontas a disparar, ou com as mãos no ar, de coração aberto?


Teremos problemas em confiar, porque em tempos alguém traiu a nossa confiança?


Se é verdade que os cães sofrem de síndrome de pavlov também nós seres humanos, sofremos de certos actos condicionados.



Teremos o poder de fazer com que as coisas aconteçam só porque esperamos que assim seja?Se esperarmos o pior acabará este por se concretizar ou será apenas azar?

Por natureza protegemo-nos, assim nos ensina a experiência.



Ontem foi um dia desgastante de trabalho, dormi apenas 6 horas e estava com o começo de uma dor de cabeça. A chuva e o frio que se fazia sentir só me davam vontade de enfiar em casa.

Tinha feito planos para sair com uma amiga e depois de várias sms não respondidas, por falta de tempo da minha parte, telefonei-lhe às 20.15, hora em que saí do trabalho. Disse que a vontade de sair não era muita ao que ela respondeu " Vi logo que te ias cortar", eu que já estava com a paciência por um fio e DETESTO que tirem conclusões precipitadas, já diz o povo que presunção e água benta cada um toma a que quer, respondi somente "Tchau K., depois falamos". Ouvi algo como "Não me quero chatear ", a minha resposta foi a mesma "Tchau K." e desliguei a chamada.




Hoje enviou-me uma sms a perguntar se já estava bem-disposta e que não tinha paciência para ataques de mau feitio, e agora pergunto-vos: Não é suposto os nossos amigos aturarem-nos? Aceitarem o nosso mau feitio juntamente com o bom?



Será que o conceito de Amizade se alterou e eu não recebi o aviso, ou, tendo em conta as modernices, uma sms ou email?


Esta mesma amiga dizia-me há pouco tempo, que em Lisboa teria de escolher o meu grupo de pessoas, ao qual respondi que não tinha grupo, nunca tive. Dei o exemplo das minhas duas melhores amigas, uma Tia beta e outra calça botas Doc martins.

Não julgo as pessoas por o que são exteriormente, apenas pela relação que têm comigo.


Os meus Pais criaram-me assim, as pessoas valem pelo que são e não por o que aparentam ser. Recuso-me a catalogar as pessoas, recuso-me as escolher lados. Sei-me comportar numa Tasca,e praguejar como um taxista, como comer no mais fino restaurante e saber qual o talher a usar.



Estou a ficar Velha para estes devaneios!!!!

Hoje temos festa.... e da grossa!!

Hoje faz anos o menino Calvin ( tudo a encher a caixinha de comentários do blogue).

Não me atrevo a cantar os Parabéns porque a minha doce voz seria demais para os monitores dos vossos computadores e não tenho seguro contra terceiros, verdade seja dita poderia alegar "force majeure", mas não irei ser tão cruel.


Eu deixo-lhe aqui uma pequena prendinha, uma das bandas preferidas do menino, vão todos ficar surpreendidos.






















Claro que esta era a prenda brincadeira, fica aqui a verdadeira :





Parabéns :), acredita que sou felizarda por te ter como Amigo.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

The Sound of the 80's

The Sound foram uma banda dos anos 80 que ficou esquecida, li, algures, "The Sound were tragically overlooked in their time and have remained unjustly neglected since." ( Sun Records Music Website), e não consigo deixar de concordar.

Originária de Londres e composta por Adrian Borland , Graham Bailey, Mike Dudley and Benita "Bi" Marshall, esta banda nunca cedeu às exigências da Editora para escrever músicas mais comerciais. Acabou por lançar 5 álbuns sendo que o segundo "From the Lions mouth" é o meu preferido. Acabaram por se separar em 1988.

O vocalista Adrian Borland nunca conseguiu superar a sua depressão e suicidou-se em 1999.

Infelizmente não existe um grande repertório disponível na internet, deixo aqui os melhorezinhos que consegui arranjar.




Sense of Purpose

"Are we where we want to be
All wrapped up in our safety?
Comfort and complacency
It hurts me, it hurts me so

What are we going to do?
While we still got the strength to move
What are we going to do?
I'm asking, I'm asking you"




Winning

"What holds your hope together,
Make sure it's strong enough
When you reach the end of your tether
It's because it wasn't strong enough,
I was going to drown,
Then I started swimming
I was going down,
Then I started winning
Winning - winning"





sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Crónicas da Vida Familiar!

Amanhã é dia de mais um batizado de Família!! Já suspiro e antevejo os famosos cenários, as perguntas repetitivas e o meu constante rolar de olhos, com um sorrizinho amarelo na cara!!!!

Há coisas que eu não percebo!!Querem que eu desencalhe, conheça alguém solteiro, interessante e, mais importante, venha dotado com paciência para me aturar, mas depois só convidam casais e primos para estas coisas!!! É impressão minha ou denoto aqui um contra-senso???



                    The Kills - Sour Cherry

Am I the only sour cherry on the fruit stand???

domingo, 12 de outubro de 2008

Mais uma volta na montanha russa dos desafios

O meu amigo Calvin ( levas com o rolo da massa não tarda ) achou por bem desafiar-me, mais uma vez, a nomear 5 músicas e filmes que me marcaram. Isto vai ser muito difícil, visto serem duas das minhas paixões.


For your listening pleasure:


1) Black - It´s a Wonderfull Life - recorda-me o meu primeiro beijo a sério e vamos a ficar muito contentes porque outra música que o moço colocou no gira-discos ( sim porque eu sou dessa altura, pré - Cd's) foi Lady in Red do Chris de Burgh.



2) The Smiths - There's a light that never goes out - não sei se é a minha favorita desta banda, mas a verdade é que sempre que a oiço arrepio-me.



3) Nick Cave & The Bad Seeds - The Ship Song - sempre que a oiço acredito que o amor verdadeiro é possível, real e não apenas uma ilusão - ".. When I fall into your arms, Everything comes tumbling down" . Ninguém consegue ficar indiferente a esta música!!



4) Tainted Love - Soft Cell - Recorda-me um Verão alucinante que passei em Lisboa com as minhas amigas de Macau. Todas as noites estavamos batidas no Incógnito, ai aquela pensão manhosa em frente com os seus clientes dúbios. Ainda hoje, quando nos juntamos, acabamos sempre por falar nas aventuras passadas nessa época.



5) A música incógnita de intérprete desconhecido, a que caiu no esquecimento mas que em determinada altura me marcou, que ouvia constantemente na esperança de recordar, ou tentar ultrapassar, certos momentos.



For your viewing pleasure and mine :



1) Terra Sangrenta ( The Killing Fields) Roland Joffé - vi-o no cinema era muito nova e foi a primeira vez que me apercebi da crueldade do Homem.



2) All About Eve - Joseph L. Mankiewicz - um grande filme com a Excelente Bette Davis, uma lição que podemos tirar deste filme é que, por vezes, as pessoas mais bem intencionadas são as que têm algo a esconder. Quando a esmola é demais .....



3) The Big Chill - Lawrence Kasdan - o excelente rol de actores, a banda sonora e a história fazem deste filme um dos meus preferidos.



4) The Outsiders - Francis Ford Coppola - este filme de culto tornou-se um clássico para a minha geração, juntamente com o Rumble Fish, talvez por conseguir mostrar a angústia dos adolescentes! Acabou por ser a rampa de lançamento de alguns excelente actores.



5) Reservoir Dogs - Quentin Tarantino - o diálogo inicial, o conflito do Mr. Pink e a sua respectiva alcunha,grandes interpretações do Harvey Keitel, Steve Buscemi e Tim Roth, quem viu de certeza que sabe do que falo, o primeiro filme deste realizador dispensa qualquer apresentação!!!



Como bónus, e antes que alguém se lembre de um desafio literário, deixo aqui 5 dos livros que me marcaram:



1) 100 anos de Solidão - Gabriel Garcia Marques - por vezes passamos tempo demais a analisar na tentativa de decifrar algo e esquecemo-nos de viver. Em determinadas situações o esforço acaba por complicar, os olhos inocentes conseguem captar a verdadeira essência.



2) Como água para Chocolate - Laura Esquível - a dedicação com que fazemos as coisas acaba, indubitavelemente, por afectar o resultado final



3) 25ª Hora -Virgil Gheorghiu - um exemplo de coragem, sobrevivência e resistência perante a crueldade do Homem, mais concretamente do Regime Nazi.



4) Patagónia Express - Luís Sepúlveda - um regresso às origens nem sempre corresponde às nossas expectativas. Os livros deste autor fizeram-me apaixonar pelo Chile, País que ainda não tenho a honra de conhecer pessoalmente.



5) Christiane F - este livro escrito por dois jornalistas, Kai Herrmann and Horst Rieck, relata, através de testemunhos reais, o problema, ou melhor o flagelo, da droga e os adolescentes em Berlin durante os anos 70. A minha Mãe foi muito criticada, por outros Pais, por me deixar ler este livro quando tinha 12 anos, mas foi remédio santo para não me sentir tentada por este Mundo.



Tenho a certeza que mal carregue na tecla do "Publish Post" irei recordar-me de tantas outras músicas e filmes, mas por enquanto são estas as minhas escolhas e, como em tudo na vida, dependem do nosso estado de espírito num determinado momento!



Desafio todos os que por aqui passam e lêem as minhas palavras, depois avisem na caixinha de comentários quando o fizerem para eu ir cuscar as vossas opções. Se porventura não tiverem um blogue podem deixar lá escritas as vossas escolhas :).


Morrissey - You Have Killed Me ( esta lembra-me sempre o Luís :P)

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Fica sempre a dúvida!!


Blondie - Heart of Glass

É difícil percebermos, em algumas situações, se nos partiram o coração, o espírito ou o Ego!!

In between
What I find is pleasing and I'm feeling fine
Love is so confusing there's no peace of mind
If I fear I'm losing you it's just no good
You teasing like you do

Once I had a love and it was a gas
Soon turned out had a heart of glass
Seemed like the real thing, only to find
Mucho mistrust, love's gone behind

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Posto de Escuta


The Dö - On my shoulders



The Dö são uma banda Sueca formada em 2007 e lançaram este ano o álbum de estreia intitulado "A Mouthful".
Achei interessante a sonoridade da banda, ela engloba uma variedade de estilos e géneros musicais.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Faz hoje anos...

... uma das pessoas que mais admiro, das que mais acredita em mim e me ama cegamente!
Pappy hoje a música é para ti!



Obrigada por tudo!!!Adoro-te, e sei que sou muito refilona mas esta é a minha maneira desastrada de o demonstrar!

sábado, 4 de outubro de 2008

Penso, logo*...................


Date with the Night - Yeah Yeah Yeahs


"I got a date with the night burnin down my finger..." e a vontade não é muita!! Ando a pensar, seriamente,dedicar-me ao crochet ou à malha, o pior é a falta de jeito!!!

Porque é que me deixo envolver no mistério? Porque é que sinto a necessidade de compreender todas as pessoas e as suas atitudes?
Só me apetece dizer asneiras, foda-se!!!! Quem me dera ter um botãozinho que ligasse e desligasse o cérebro, isto de pensar demais só dá merda!!!!!!!!!!

.......................*complico!