domingo, 31 de outubro de 2010

Post muito profundo **



Qual a diferença entre a versão do Milow e do 50 Cent da música Ayo Techology? Apenas a batida *, porque as gajas descascadas de biquini estão em ambos os vídeos!
















* Ah e também o Justin Timberlake!


** ou seja, a minha tentativa de ter alguma piada!

Preliminares de um Domingo à noite!



E esta música para me aconchegar a alma




Ainda não decidi qual o livro com que me vou enroscar, para acabar bem a noite!

Momento Filosófico da noite




Um dos maiores erros das mulheres é acharem que os homens são corrigíveis, o do homens é acharem que as mulheres são todas iguais.

Uma lição que o meu Pai cedo em ensinou foi " Só não erra quem não faz", e eu nestas questões não erro mesmo nada!
Gostava de saber se, psicologicamente, o facto de eu gostar mais da escrita de Philip Roth do que a do Paul Auster, quer dizer alguma coisa!





Momento filosófico da noite




People are strangely funny, but not in a funny way!

Preliminares de um Sábado à noite!



Agora vou-me deitar com este,




na esperança de acabar a noite em Grande.

sábado, 30 de outubro de 2010



Porque é que eu não vim instalada, de origem, com um GPS introspectivo?

Philip Roth said it best






Sinto saudades de um primeiro beijo. 
Aquele beijo que nos surpreende, que nos desarma, que nos faz tremer as pernas, em que perdemos controlo do nosso corpo e da nossa mente.

Sinto saudades daquele momento em que somos incapazes de distinguir a realidade do sonho, porque imaginámos aquele cenário milhentas vezes.

O beijo que quebra todas as nossas ilusões! All is revealed in a first kiss





I often wonder how exciting life would be
If only I would seize the opportunity
To break free of all conventions and comfort
But a worried face soon comes over me

Uma música por dia XXXI





Wrapped in silent elegance
Beautifully broken down
As illusions burst
Too late to learn from experience
Too late to wonder how
To finish first

sexta-feira, 29 de outubro de 2010




Rain rain go away,
Come again another day.


Ainda bem que tenho um novo stock de filmes! Já sei o que vou fazer este fim-de-semana.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Uma música por dia XXX



E deixo-vos com uma das minhas músicas favoritas dos National! 





O bilhete ainda não está na minha posse, mas já o compraram, e agora é esperar por Maio!


quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Here's to new beginnings



É oficial. Dia 2 de Novembro começo um novo desafio profissional. Não é uma promoção, nem nada que se pareça, apenas vou mudar de local de trabalho.




“What we call the beginning is often the end. And to make an end is to make a beginning. The end is where we start from.” 

          T.S. Eliot




Never look back
Never look back

Hum ...



O Presidente Cavaco Silva afirmou ontem que não irá colar cartazes na luta por Belém. Considero esta atitude louvável, mas dou por mim a pensar. Se a maioria dos Portugueses não lê Jornais, excepção feita para a Bola e o Record, e não vê as notícias, como vão eles saber quem são os candidatos?

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Esqueletos no Armário IV


- Aperto sempre o tubo da pasta de dentes no meio!


- Adoro usar pijamas, é a roupa com que me sinto mais confortável. Mal chego a casa é o que visto.


- O único espelho que tenho em casa é o da casa de banho. Por isso é normal que mal passe numa montra, pare e veja como me fica o "ensemble du jour" . 

Continuo a afirmar que não me visto de forma pirosa, mas sim original.Não é falta de gosto é, antes, imaginação.
Tentei encontrar uma frase que descrevesse a minha tendência de moda, e só me vem à cabeça "Casual Parola Chique", e claro que o último adjectivo é para despistar.



- Costumo praguejar quando conduzo e vejo alguém fazer asneiras na estrada. Também tenho por hábito cantar, mas ainda bem que o volume da música abafa a minha voz!


- Tenho o single, em vinyl, do Last Christmas dos Wham! Foi prenda, não que isso me sirva de consolo.


- Sou daquelas pessoas irritantes que está constantemente a pedir desculpa por tudo e por nada! "Olha houve um atentado terrorista na Conchichina", e eu é logo " Desculpa!". E quem me conhece não me deixa mentir. Já não é defeito é feitio, e um muito irritante, por sinal.


- Sim admito, já vi um filme pornográfico! A minha reacção, acho que a errada, foi rir-me que nem uma perdida do princípio ao fim, ou melhor até meio, fui lavar a loiça entretanto, perdendo o empolgante (estou tentada a escrever explosivo) fim da história.

A Beleza da Simplicidade


segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Para a X.



As saudades são muitas, parecem sufocar! Falta tanto até à Páscoa e o tempo teima em não passar.


Faço contas de cabeça e não posso crer que já lá vão 24 anos desde que entraste na minha vida!
Amiga, já viste o que te saiu na rifa.................. Eu!


Uma música por dia XXIX





Começaram as Segundas-feiras frenéticas no Centro de Saúde! 


domingo, 24 de outubro de 2010

Uma música por dia XXVIII

 "There may come a time, a time in everyone's life
        Where nothing seems to go your way, 
            Where nothing seems to turn out right
                 There may come a time, you just can't seem to find your place
                      For every door you open, seems like you get two slammed in your face
                           That's when you need someone, someone that you can call."



But time doesn't seem to pass

sexta-feira, 22 de outubro de 2010



Sinto a cabeça oca, de tão cheia que está!








I want the world to stop (I want the world to stop)
Give me the morning (give me the understanding)
I want the world to stop (I want the world to stop)
Give me the morning, give me the afternoon
The night, the night

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Daydreaming in the afternoon

Daydream by Me



"Há sem dúvida quem ame o infinito,
  Há sem dúvida quem deseje o impossível,
     Há sem dúvida quem não queira nada -
        Três tipos de idealistas, e eu nenhum deles:
            Porque eu amo infinitamente o finito,
               Porque eu desejo impossivelmente o possível,
                   Porque eu quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser,
                         Ou até se não puder ser..."
                                                                  Fernando Pessoa

Duas é sempre melhor que Uma


Ouvi o álbum Different Class, dos Pulp, até à exaustão. Todas as músicas, de uma maneira ou de outra, acabam por mexer comigo. Se não conhecem, oiçam. Britpop no seu melhor.



They think they've got us beat, but revenge is going to be so sweet. 
We're making a move, we're making it now, we're coming out of the side-lines. 
Just put your hands up - it's a raid yeah: 
We want your homes, we want your lives, 
we want the things you won't allow us. 
We won't use guns, we won't use bombs
We'll use the one thing we've got more of - that's our minds. 
Check your lucky numbers, that much money could drag you under, oh. 
What's the point of being rich if you can't think what to do with it? 
'Cause you're so very thick. 
Oh we weren't supposed to be, we learnt too much at school now 
we can't help but see. 
That the future that you've got mapped out is nothing much to shout about. 







I wrote this song two hours before we met.
I didn't know your name or what you looked like yet.
Oh I could have stayed at home and gone to bed.
I could have gone to see a film instead.



E como a culpa tem de ser de alguém, é do Manuel. Fez-me vasculhar a colecção de Cd's à procura do álbum. O que vale é que sou tão organizada, já para não dizer Geek, que tenho os discos por ordem alfabética!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Uma música por dia XXVII

Este não é um pensamento estúpido, para variar, mas antes um realista! Quem já não passou por estas fases de desilusão? De achar que, simplesmente, não vale a pena.


Depois oiço uma música, vejo um filme ou leio um livro e mudo de opinião. Porque são estas pequenas coisas que me sustentam e me dão alento!






We've been over and over 
This thing we call love 
And I've been thinking about 
What my friends would say 
If I were to give it up 

Cause I've been tired and hopeful (I've been hurting inside) 
For far too long now (too long now) 
So I'm giving it up, giving up, giving up on love 
Giving up on love 

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Uma música por dia XXVI



I'm not aware of too many things 
I know what I know, if you know what I mean 
Philosophy is the talk on a cereal box 
Religion is the smile on a dog 
I'm not aware of too many things 
I know what I know, if you know what I mean, d-doo yeah 

Choke me in the shallow waters 
Before I get too deep 

What I am is what I am 
Are you what you are or what?
What I am is what I am 
Are you what you are or 



A minha Paixão por esta música está tão viva como em 88. 

At the Movies...

Imaginem um futuro, não muito distante, onde a maioria da população foi transformada em vampiro e os poucos humanos que restam servem de fonte de alimento. Este é o enredo de Daybreakers.


Vampiros à parte, eu acho que o filme é uma analogia ao que poderá acontecer a este mundo se esgotarmos todos os nossos recursos alimentares.
Na minha opinião, ele espelha, um pouco, o lado mais pessoal da sociedade moderna, onde as pessoas parecem andar mais deprimidas, isoladas, solitárias, sendo isto por vezes uma opção, outras proporcionado pelas circunstâncias da vida. 

Parecemos andar adormecidos, ou sou só eu?Não vivemos, sobrevivemos!

O que acontecerá ao Mundo quando não haverá mais nada que comer? Como lidarão as pessoas com isto? Será que se mostrarão mais humanas ou serão Humanas, lutando pela sua própria sobrevivência?

O filme de 1H30 ficou aquém das minhas expectativas. O trailer, onde tinha como música de fundo a versão de Running up that hill dos Placebo, prometia mais. Gostei, como sempre, das interpretações de Ethan Hawke e William Dafoe e, de uma maneira geral, o filme não é mau.




- "Do you like being a vampire, son?"
- "I'm good at this. I was never very good at being a Human"

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Hoje...



... é o dia das Comadres na Assembleia da República! 

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

It's good to be the King



Estava eu entretida a lavar a loiça e a pensar no post que fiz sobre a proeza acrobática do Kelly Slater, quando cheguei à conclusão que deveria ter usado a expressão " fazer muito barulho por nada", ao invés da "tempestade em copo de água", mas a segunda parece-me mais aquática.


E foi quando me veio à cabeça esta expressão! E eu nestas situações fico maluca a tentar lembrar-me onde a ouvi. 


Eu


Eu sou apologista de as crianças entrarem na água, seja mar, piscina, rio, lagos etc., o mais cedo possível. Desta forma aprendem a nadar, evitando algumas catástrofes, e não ganham, na maioria dos casos, aversão à água.

Eu tenho fascínio por água, sempre tive desde pequena. A minha Mãe conta, várias vezes e a quem quiser ouvir, uma história de quando eu tinha menos de 2 anos.

A família decidiu aproveitar um dia de bom tempo para ir a um parque em Londres.   É certo e sabido que os Ingleses não podem ver um raio de sol,vão logo a correr para a rua e aproveitar o pouco bom tempo que tem.

A minha Mãe tirou-me do carro, colocou-me no chão e virou-se para fechar a porta. Qual não é o seu espanto quando ouve um homem berrar.
Quando se vira só vê um Senhor, que estava à beira do lago a brincar com o seu barco de controle remoto, agarrar-me pelos cabelos e eu dentro de água. O homem estava distraído quando sentiu algo cair aos seus pés, assustou-se e o seu primeiro instinto foi apanhar a dita coisa. Ainda ficou mais espantado quando viu uma criança.
" Filha, não estou a brincar, eu não sei como é que tu conseguiste percorrer aquela distância em tão pouco tempo, é que eu só me virei por um segundo". 

Remata sempre a história com: " Esta não pode ver água, desde pequena que é assim.". 
Ainda hoje se estou na praia, dentro de água, claro, eu vejo-a levantar a cabeça e controlar o que estou a fazer. E só me pede " Não nades para fora, nada ao longo da costa". E eu, como acho que já lhe preguei sustos suficientes, sendo este o primeiro, faço-lhe a vontade. Afinal Mãe é Mãe, e eu adoro a minha!

Look at the Bird.... no, look at the Board!





Depois há quem desafie a lei da gravidade! Até eu fiquei de boca aberta e só pensei ,será isto um anúncio para a Super-cola 3? Se não é, deveria ser! 
Até pode ser que isto seja usual neste desporto e eu estou para aqui a fazer uma tempestade num copo de água.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Uma música por dia XXV


Como não tenho tido, ultimamente, imaginação para escrever algo de jeito, coloco umas músicas na esperança que ninguém note.






I do not
Understand
What it is
I've done wrong
Full of holes
Check for pulse
Blink your eyes
One for yes
Two for no

I have no idea what I am talking about
I am trapped in this body and can't get out
Oh

Ou senão é uma questão de preguiça, porque alguém consegue expressar, melhor do que eu, aquilo que sinto, e uso as suas palavras. É um plágio sentimental!
inertia

noun
a tendency to do nothing or to remain unchanged






Clearly
Out of body experience interferes
And dreams of flying I fit nearly
Surrounds me though I get lonely
Slowly

Moving up slowly
Inertia keeps
She's moving up slowly
Slowly
Moving up slowly
Inertia creeps



Anybody else feel like a little giggle?





I know I do!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Uma música por dia XXIV



Esta foi uma das prendas que ofereci ao meu Pai, e como eu não me posso aproximar de um Cd sem ele parar no meu ipod, foi esta a minha banda sonora de regresso a casa.


Pensei que o Chet Baker não cantasse, apenas tocasse trompete, e qual não foi o meu espanto quando dou conta que ele tem um timbre de voz que me agrada bastante. Senti-me perdida num filme dos anos 50 de Hollywood!






Let's tell the world we're in that crazy mood.
Let's defrost in a romantic mist
Let's get crossed off everybody's list
To celebrate this night we found each other, mmm, let's get lost
Consigo perceber quando dizem, " Já não fazem música como antigamente"! 

Um post ...



... dedicado ao único instrumento que sei tocar!


Uma pergunta retórica







Where is my love
Where is my love
Horses galloping
Bring him to me





E não me venham com conversas moralistas e "independentistas", porque todos nós já fizemos esta pergunta, em alguma altura das nossas vidas! 

O futuro é incerto

Ao ler isto, penso qual será o dia em que apareço para trabalhar e me mandam embora para casa!
No meu centro de saúde estamos todas a contrato. Desde Julho não assinei nenhuma adenda, por isso estou sem vínculo à minha entidade patronal.


Não pensem que o meu sonho é entrar nos quadros do Estado. Gostava sim de ter um papel que comprovasse a minha situação profissional.

Ontem...

... juntaram-se os Compadres na RTP. E eu esqueci-me que o Pós e Contras dava à segunda-feira. 
Could I have the cliffsnotes, please?*
















* Que é como quem diz, alguém pode fazer o resumo? Se faz favor! 


Se tiver valido a pena, claro! Porque se o único tema foi a aprovação do Orçamento do Estado e a sua influência no futuro deste País, dispenso ! Para isso, oiço os velhinhos (ups, cidadãos de terceira idade) no Centro de saúde a chamar ladrões a todos!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Duas é sempre melhor que Uma




When I'm drivin' in my car
and a man comes on the radio
he's tellin' me more and more
about some useless information
supposed to fire my imagination.
I can't get no, oh no no no.
Hey hey hey, that's what I say.

domingo, 10 de outubro de 2010

Momento Perfeito

Esta é a minha música favorita dos Koop!





Quando morei em Lagos, tinha por hábito ir até ao Beliche ver o pôr-do-sol, e ao ouvi-la recordo-me desses momentos passados na arriba. 


Já limpei este parágrafo 20 vezes. Simplesmente não consigo arranjar palavras para descrever o que sentia ali, naquele lugar! Posso apenas dizer que tenho um sorriso esboçado nos lábios!


Pôr-do-Sol Beliche

Coincidências

Nunca fui muito boa a categorizar estilos musicais. A música, para mim, divide-se em Gosto, sou capaz de gostar mas tenho de ouvir mais um pouco e Não gosto.


Como costumo dizer, sou uma moça muito simples, até na aparência!


Lembro-me de entrar na loja e o Pedro, acho que era este o seu nome, dizer, " Maria tenho algo que acho que vais gostar". 
Ouvi uma música e encaixou na segunda possibilidade, mas mesmo assim comprei o CD, Waltz for Koop. Até hoje, não me arrependi!








De repente dou conta que já passaram 8 anos! Time really flies, even when you're not having fun!


E presto mais atenção à letra da música e é incrível como, por vezes, estamos em sintonia! Coincidência? Talvez. 



Time oh time
Give me time
Tonight. Tonight.








Uma música por dia XXIII

10 - 10 - 10 



A ciência das soluções imaginárias!



Peço desculpa pela qualidade do som, não é dos melhores!