quinta-feira, 28 de abril de 2011

Uma música por dia







Esta música dos Sparklehorse, que conta com a colaboração dos Flaming Lips, foi das coisas mais bonitas que ouvi nos últimos dias.


well that's all well and good
that's just the way it should be
to understand and be understood
is to be free
[...]

but anyhow here we are all on this planet
taking everything for granted
but i think you've caught on to something
don't let go

go go go go you restless soul, you're going to find it
go go go go you restless soul, you're going to find it
oh, yes you did, you found it
oh, yes you did, you found it
oh, yes you did, you found it
Num Mundo Ideal, Lisboa seria a minha casa e Sagres o meu quintal.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Devaneios de uma hora de almoço




Foi este o meu cenário durante o almoço. Pena estar vestida à labrega, de calças de ganga e camisa de manga comprida, se soubesse tinha trazido o fato de banho.
Que bem que se está no Sul do País, ainda mais quando as Pessoas já regressaram a suas casas, após o fim-de-semana comprido.
Sempre gostei de andar ao contrário do sabor do vento dos outros.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Segunda-feira de Cravos

Acho que nunca consegui escrever tão bem, como num texto passado, o que este dia significa para mim. É reler, se quiserem.





Muitos Homens era presos
por causa da repressão 
Homens que tinham passado o horror da solidão

Homens que tinham jurado sob uma côdea de pão
ver o povo libertado do terror da opressão


A TODOS ESTES HOMENS  E MULHERES QUE NÃO SE CALARAM  DEIXO AQUI A MINHA HOMENAGEM.



25
DE
ABRIL

SEMPRE

sábado, 23 de abril de 2011

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Em modo Nacional



Devaneios de um fim de noite

Não conheço muitas músicas do Antony. Mas hoje, em noite de reunião com amigas, elas tocaram bem alto, enquanto me tentavam convencer que tinha de aprofundar os meus conhecimentos musicais deste artista.

Por isso, para as minhas irmãs de armas, deixo-vos esta, que me emocionou.





You are (all) my sister's
And I love you
May all of your dreams come true
We felt so differently then
So similar over the years
The way we laugh the way we experience pain
So many memories 

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Estado de Espírito





Amiga que vais para outro Continente, leva um pouco de mim e deixa-me um pouco de ti. Lembra-te que em Julho quero-te cá, para celebrares comigo mais um cabelo branco.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Uma música por dia




Why can't I be more conventional
People talk
People stare
So I try
But can't be
Cuz I can't see
My strange little world
Just go passing me by

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Uma música por dia






O House apaixonado é mais cínico e, consequentemente, do melhor que há! 

domingo, 17 de abril de 2011

E mais isto

Ontem, também foi engraçado encontrar Pessoas (a voz de uma dela é inconfundível, e de repente pensei que era Quinta-feira, virei a cabeça e vi logo que não), que apesar de não me conhecerem a uma eternidade, andam a tornar-se uma companhia habitual. Life is funny that way, isn't it?

Hoje isto parece o Twitter, acabo por partilhar aquilo em que estou a pensar. É a isto que chamam um "post de encher chouriços".

Não ando mesmo inspirada! E por falar nisso, porque é que não existe a palavra "desinspirada"? Tem uma certa lógica, não?

É só isto!

Jantar na Estrela da Bica,  Bicaense, Viking, Tokyo, Copenhaga.

Em poucas palavras, que hoje estou numa fase de poupança e nada inspirada, foi este o meu roteiro de ontem.

Mas o melhor de tudo, foi a companhia de amigas de longa data. Questiono-me sempre da paciência que têm para me aturar,  mas a verdade é que esta cumplicidade já dura desde os meus 12 anos. Contas feitas, já lá vão 25 anos, por isso devo estar a fazer alguma coisa certa!

As minhas amigas, todas mães de 2 lindas crianças, e digo-vos sem exagero, com a mesma energia de quando as conheci! Ainda conseguem emocionar-me enquanto escrevo este pequeno texto, porque por mais adjectivos que conheça, nenhum é suficientemente bom para as descrever.

São estas meninas que ocupam, juntamente com a minha Família, o meu coração.

Já há muito que não ouvia esta música. Foi ontem, um dos pontos alto da noite!



sexta-feira, 15 de abril de 2011

Uma música por dia






Estou viciada nesta música. 

terça-feira, 12 de abril de 2011

Post materialista e inútil





Pode ser que a minha nova aquisição abafe os pensamentos sobre a crise deste País.
Diz o roto ao nú !  Ou seja, numa versão moderna e actual, diz o Passos ao Sócrates!


Afinal houve uma reunião ao invés de um telefonema! É que a diferença é ABISMAL, não que isso contribua muito para a minha felicidade.

Mas uma mentira é sempre uma mentira, ou na mente dos políticos, another typical day at the office!


Tenho de parar de pensar nestas coisas, não me serve para nada!

Just what the doctor ordered





Música, e a expectativa de um dia de férias na 6ª-feira.



Sometimes it works
Sometimes it don't, you know
Some days it hurts
Some days it feels real good

Sometimes it hurts
Sometimes it don't, you know
Some days it works so good
I can't see my way home

Conta-me um conto

Vem aí o F.M.I e estreia a nova versão do Capuchinho Vermelho, coincidência? Talvez!

Uma coisa é certa, antes de a estória acabar, alguém vai acabar por ser comido!

Uma música por dia





L.I.F.E.G.O.E.S.O.N


So the story goes!

segunda-feira, 11 de abril de 2011






Este fim-de-semana morreu Sidney Lumet!

domingo, 10 de abril de 2011

Uma música por dia




Como é que uma música tão bela consegue retratar um acto tão atroz como a violação de uma Mulher. O mais incrível, e corajoso, é que Tori Amos canta sobre a sua experiência pessoal.

Devaneios automobilísticos

Acho que todos se recordam, mesmo os que são são da minha geração, do Verão Azul, a famosa séria espanhola que acariciou os ecrãs da Tv. portuguesa nos anos 80. 



Lembro-me, em particular, de um episódio em que o gangue decidiu contrariar os mais velhos, e responder a tudo a lo mejor, traduzido nas legendas para talvez. 

Foi nesta altura que eu e os meus primos, num momento de inspiração, decidimos fazer o mesmo, responder a tudo com um seco " talvez". Fomos completamente ignorados pelas autoridades parentais, e mais sortudos que os protagonistas da série. O Piranha ainda levou um tabefe por ser insolente com esta resposta. 




São estes pensamentos dispersos que me vem à cabeça enquanto estou a conduzir. Talvez o facto de estar a ouvir esta música na altura tenha despoletado esta memória.






Pausa para reflectir

De uma forma muito resumida...

.... eu sou o disparate em pessoa.

sábado, 9 de abril de 2011

O discurso da maioria dos Políticos é como a aparente firmeza das minhas mamas ......  pura ilusão!


Se foram afectados pelo drama do Cartão do Cidadão; continua a ser Cartão único para mim; não se esqueçam de verificar a nossa zona de voto AGORA, depois não chorem que não conseguiram votar porque Bla BLa BLA.

Se, por ventura, estiver um belo dia de Sol, votem antes de ir para a Praia, ou outro destino qualquer que escolham para levar com os raio solares na tromba.  As urnas não abrem depois de almoço, mas sim logo de manhã, não há desculpa para não exerceram o vosso direito ao voto.


E eu sabia que ia encontrar esta foto algures no ciber-espaço.






Indigestão II

Começo a ficar preocupada, quando alguém, próximo de mim, que sempre teve "alma esquerdista", afirma que o Passos até falou bem!

Estou a ver que temos de impor uma nova regra, não discutir política à mesa de Jantar! Uma altura saiu-me da boca " Mais rapidamente voto PCP do que no Passos Coelho!".  Conhecendo a pessoa como conheço, e sabendo da sua história pessoal com este partido, aquelas palavras não foram nada meigas!

Advinham-se tempos difíceis aqui na Taberna Familiar!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Dose Dupla

De todas as músicas que o Mp3 cuspiu durante a viagem, estas foram as que me acompanharam mais!




Please could you stay awhile to share my grief
For its such a lovely day
To have to always feel this way
And the time that I will suffer less
Is when I never have to wake

Wandering stars, for whom it is reserved
The blackness of darkness forever
Wandering stars, for whom it is reserved
The blackness of darkness forever






No more talk about the old days
It's time for something great

I want you to get out
And make it work

So many lies
So many lies

Diz o Livro que os Homens são de Marte e as Mulheres de Vénus! Começo a suspeitar que eu sou de Júpiter!

Uma música por dia

Devaneios Nocturnos

A verdade é que na vida temos dias melhores e outros piores, o resto é pura conversa!


Today I was on the outside looking in, simple as that!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Qualquer dia... qualquer dia...




Para não dar em maluca, ao pensar no futuro deste País e, inevitavelmente, no meu, nada melhor que um pouco de comédia. 



"The British Government has, apparantly, been bought by Honda", a imaginação de Fry & Laurie.... or is it?

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Indigestão!

Ao ligar a Tv, durante o jantar, e ler em rodapé que Portugal se prepara para recorrer à ajuda externa para combater a crise financeira, só me vem à cabeça a frase " much ado about nothing".

Traduz mais ou menos em " tanto barulho por nada". Falou-se, fizeram-se correr rios de tinta, bateram-se letras soltas num teclado, e afinal vem aí o FMI.

Estou preocupada? Claro que sim! Neste momento não tenho nenhum vínculo com o meu empregador. A única prova, é o salário que me entra na conta ao fim do mês.

Diz o comentador que "Isto para os bancos é bom, sabem com o que podem contar!". Será que querem elucidar o resto do País sobre com o que NÓS podemos contar, não é isso o mais importante?

E claro que a culpa vai morrer solteira, ou melhor vai ser do outro. Perguntam vocês quem é o outro, com razão? Aquele que mais convir, claro!

Mas lá está, eu não percebo nada disto!

Pensamento do dia



Os horóscopos são como as religiões, soluções penso rápido!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Posto de Escuta

Os One AM Radio já existem há alguns anos, mas eu só os descobri hoje. Estou a gostar da sonoridade da banda.






I’m never sleeping, I’m too busy keeping 
track of all the ways they say I might die: a
turbulent airplane, the shuddering L train, 
a sudden flood of brake lights on I-5. 
My heart rate gets nervous, your phone is out of service. 
I’m sweating all the things I could have done while I 
stand on the corner, eyeing all the foreigners, 
like I straight up forgot where I come from.




Na minha leiga opinião diria que soam aos Belle & Sebastian, mas com uma componente mais electrónica.

Rádio Nostalgia!

Preliminares de uma noite de Terça-feira









"I was always tempted by the idea

of being someone else,
 as well as myself."
Este filme de Almodóvar, apesar de não ter desgostado, não me conseguiu encantar. Não sei se foi intencional, mas achei as interpretações algo exageradas. 
Mas uma música de Cat Power consegue sempre enfeitiçar qualquer filme.
All through the night, until the light of day, and we are doomed to play.
For the werewolf, for the werewolf, has sympathy
For the werewolf, somebody like you and me.

Uma música por dia

segunda-feira, 4 de abril de 2011





Não sou Pessoa de extremos, agrada-me o meio-termo!




i
d
o
?

Yes/No

Preliminares de uma Segunda-feira




Sonny: Maybe they'll share some of that with us. 

Ree: That could be. 
Sonny: Maybe we should ask. 
Ree: Never ask for what oughta be offered. 


Apesar do passo lento do filme, ele está carregado de emoção. Não conhecia a maioria dos actores, na realidade só reconheci três, mas as interpretações são fenomenais. A coragem de uma Pessoa nunca deixa de me surpreender e, acima de tudo, emocionar.



No outro dia confidenciei a um amigo, depois de ver o Single Man, mais nenhum filme me conseguiu arrebatar. 

domingo, 3 de abril de 2011

Uma música por dia





I should know better
I’ve learned all my lessons
Right down to the letter
And still i go on like this
Year after year
Waiting for miracles
And shaking with fear 




E voilá, as prateleiras estão no sítio. Não foi o Hélio, mas sim o Bruno que me ajudou, ou melhor ele fez tudo, eu só segurei na régua. Qualquer dia a mulher dele começa-me a cobrar a prestação de serviços.

Relativamente ao Post anterior

Isto tudo porque o Hélio* não se materializou na minha Sala para pendurar as prateleiras. 





Wishful thinking, o tanas!!!












*e este tem a ver com um post mais abaixo ainda!

Devaneios de uma manhã de Domingo

Mulher que é Mulher, acorda cedinho, veste-se e vai ao Aki comprar brocas para o berbequim.










Ah, e uma régua de nível porque esquadria não é comigo!

Pesadelo acordado

Acordo de manhã, ligo o computador. Vou ao Facebook regar a horta e qual não é o meu espanto quando vejo que Maria P. faz parte do grupo " Passos Coelho para Primeiro-Ministro".

Por momentos pensei que ainda estava a dormir e a ter um pesadelo, mas não!

Expliquem-me uma coisa como se eu fosse muito burra. O Facebook tem, supostamente, mecanismos para protegermos a nossa privacidade, podemos bloquear isto e aquilo (eu admito não percebo muito disso), mas não possuí - e procurei por toda a parte - uma opção para sermos nós a aceitar convites para Grupos.

É algo irónico, não? Vá lá, acho que ainda não tenho amigos de extrema-direita, senão qualquer dia acordo fazendo parte da Mocidade Portuguesa! Depois quero ver quem acalma o meu Pai.


Continuando o "pesadelo, deixa-me lá pagar a renda, que estamos no início do Mês.
Hoje, ou melhor ontem, foi dia de Teatro, foi dia de Susana Pomba, a invisível.

Os planos quando são imprevistos sabem melhor, e ter um convite a meio da tarde, enquanto estava a trabalhar, foi inesperado. A minha preocupação principal era não estar vestida em trajes dignos, mas isso não foi impedimento.
Sai do trabalho a correr e fui directa para o CCB, sem saber o que iria ver.

Hoje vai ser conhecido como o dia em que me derreti com o sorriso do Hélio Morais. Mas lá está, sempre tive um fraquinho por bateristas, apesar do baixo ser um dos meus instrumentos preferidos.



" O Amor é como um táxi de praça, com bagagem sai mais caro"
                                                                                                                                       Susana Pomba

sábado, 2 de abril de 2011

Hoje apetecia-me descansar. Deitar-me no sofá e ver um bom filme.Mas hoje é Sábado, dia 2 de Abril, e estou escalada para ir trabalhar!

A única conclusão que tiro, a vida é feita de contrapartidas!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Uma música por dia





I lie in an early bed thinking late thoughts
Waiting for the black to replace my blue

[...]

Full is not heavy as empty, not nearly my love
Not nearly my love, not nearly

All good things come in 3's



Enquanto o sono não chega; ninguém me mandou dormir uma soneca à Tarde, e já que estamos em maré de confissões, é coisa que não gosto muito, deixa-me mal disposta; oiço Beirut e dou por mim a suspirar.
Outra coisa engraçada na música, é que alguma nos deixa nostálgica, triste e pensativa. É como aquela crosta que teima em não cair, e nós sabemos que não devemos escarafunchar, mas enquanto ela permanece ali, imóvel e irritante, nós não paramos de coçar.

Lembrei-me agora que hoje é dia 1 de Abril, outro dia que sempre me irritou solenemente, simplesmente porque acreditava em tudo o que me diziam, fazia sempre figura de parva. 

Acho que é só isto, mas antes vou carregar no Play.

Devaneios madrugadores




Os gostos musicais, tal como a vida, são relativos. Podem estar abertos a discussão, mas no fim de todo o latim efusivo e de todos perdigotos dispersados, o que conta é o sentimento que nos provoca.

Eu conseguia ouvir esta música ad eternum e não me cansaria, por falar nisso deixa carregar no Play, mais uma vez, enquanto escrevo estas palavras.



And I'll gamble away my fright.
And I'll gamble away my time.
And in a year, a year or so
this will slip into the sea
Well, it's been a long time, long time now
since I've seen you smile



Quando a oiço sinto um misto de tristeza e esperança. E eu faço a vontade a Zach Condon e sorrio, às tantas só para contrariar o que canta.





All I want is the best for our lives my dear,
and you know my wishes are sincere.
What's to say for the days I cannot bear






Gostava de conseguir transformar-me num cisne negro, e largar esta penugem branca, mas não me consigo soltar, ao contrário da merda da prateleira no meu quarto!