quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

devaneio

Entre tantos e entre muitos, há sempre um som que nos embala, que nos faz recordar os momentos em que a melancolia daquelas notas soltas nos invadiu a alma.

Perdemo-nos em pensamentos, afogamos as dúvidas e soltamos as amarras, a que nada nos prendem.

Viajamos pelas ruas da incerteza deste Mundo com a esperança de encontrar, entre tantos entre muitos, outros que dancem ao som da mesma música e então seremos cúmplices,nessa sintonia de olhares.




Sem comentários: